home
  

Quem Somos
Organograma Estratégico
Nossos Clientes
Gestão de Controladoria
Accounting
Gestão Fiscal Tributária
Artigos e Publicações
Newsletter
Fale Conosco
Sala de Imprensa

Av. Newton Monteiro de
Andrade, 200 - 2º andar
CEP: 09725-370
Tel.: 11 4123-2644


 Gestão Fiscal Tributária

   Nossa divisão de Gestão Fiscal/Tributária tem como objetivo proporcionar uma considerável redução da carga tributária dentro dos limites da legalidade. Dentro do fato de que o governo só tem como alternativa, reforçar o caixa via aumento de arrecadação.

Volume de Arrecadação

   Além de alta, a estrutura de arrecadação é outro fator punitivo, pois enquanto países desenvolvidos buscam ampliar a base de arrecadação, o Brasil se concentra basicamente nos tributos de fácil cobrança e fiscalização, e o que é pior, é uma arrecadação concentrada. Veja a participação das 30.000 maiores empresas no total de arrecadação de alguns tributos:

TRIBUTO PARTICIPAÇÃO NA ARRECADAÇÃO
Total da Arrecadação Federal 85,2%
IOF - Imposto s/ Operações Financeiras 91,2%
IPI - Imposto s/ Produtos Industrializados 83,2%
Cofins 76,2%
Imposto s/ Renda - Pessoa Jurídica 73,6%
CSLL - Contribuição Social s/ Lucro 73,6%
PIS - PASEP 57,5%



   Na esfera estadual, a injustiça de concentração não é diferente, veja os dados no caso de São Paulo:

Total de Arrecadação do ICMS

   Analisando dados nacionais sobre a arrecadação de ICMS, verificamos que apenas três setores da economia (combustíveis; energia elétrica e telecomunicações) são responsáveis por absurdos 39,41% do total arrecadado.
   Porém, nem tudo está perdido. As empresas brasileiras preocupadas em buscar alternativas de redução de custos encontram no planejamento tributário, uma eficiente ferramenta para pagar menos impostos.
   De uma maneira absolutamente legal, cada vez mais contribuintes têm conseguido reduzir substancialmente a participação dos impostos no seu custo total, e o fisco não pode fazer nada contra isso.


   O que é Gestão Tributária

   Em uma ótica bastante simplista, significa o gerenciamento do departamento de impostos de uma determinada entidade empresarial, com a finalidade de planejamento e estruturação, visando o efetivo controle das operações da empresa como um todo, e principalmente aquelas que guardam relação direta com tributos.
   O departamento de impostos por sua vez, é responsável pelo correto cumprimento dos encargos e obrigações fiscais da empresa.

   O Planejamento Tributário consiste em organizar os empreendimentos econômico-mercantis da empresa, mediante o emprego de estruturas e formas jurídicas capazes de bloquear a concretização da hipótese de incidência tributária, ou então, de fazer com que sua materialidade ocorra na medida ou no tempo que lhe sejam mais propícios, através de:

   - Revisão de Procedimentos Contábeis e Fiscais
   - Consulta Permanente na área de Impostos Diretos; Indiretos e Previdenciários
   - Revisão da Declaração de Informações Econômico Fiscais da PJ - DIPJ
   - Administração de Débito Tributário
   - Contencioso Tributário Administrativo e Judicial
   - Recuperação de Obrigações pagas indevidamente


volta